A polícia israelita recomendou esta quinta-feira aos procuradores do Estado que indiciem o advogado do primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, assim como cinco outras figuras públicas, pela suspeita de suborno relacionado com a aquisição de submarinos e navios militares no valor de centenas de milhões de dólares. O caso, que teve início em 2016, foi já considerado um dos maiores esquemas de corrupção do país e há quem peça a demissão de Netanyahu.

Top Notícias