O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, informou hoje que a CP deverá manter-se por 15 anos como "operador interno" e que o contrato de prestação de serviço público deve ser celebrado "em breve".

Top Notícias