Brisal e Douro Litoral, que estão em incumprimento desde 2012 e 2014, respectivamente, têm uma dívida de mais de 1,5 mil milhões de euros. Um grupo de credores propôs à Brisa um perdão de cerca de 800 milhões. Sem um acordo, admite tomar posse das concessões.

Top Notícias