O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, demitiu o ministro da Secretaria-Geral, Gustavo Bebianno, alegadamente envolvido em transferências monetárias relacionadas com "candidatos fantasma", naquela que é a primeira baixa do executivo que está em funções desde janeiro.

Top Notícias