O primeiro-ministro defendeu esta quinta-feira que nenhuma das greves decretadas por diferentes setores profissionais resulta de decisões tomadas pelo seu Governo

Top Notícias