Começou esta terça-feira no Tribunal de Bragança o julgamento de 22 arguidos acusados de introduzirem droga no Estabelecimento Prisional de Izeda, entre o final de 2015 e outubro de 2017, que, segundo a acusação, operavam como uma rede organizada para vender estupefacientes a outros presos que eram consumidores.

Top Notícias