A lei admite que suspeitos de crimes possam ser extraditados e julgados na China. Milhares de manifestantes exigem eliminação do documento e mantêm o cerco ao parlamento.

Top Notícias