O caso analisado no mais recente relatório Equipa de Análise Retrospectiva de Homicídio destaca que quando a vítima foi pela primeira vez para acolhimento temporário, acabou por ser revelado o seu paradeiro

Top Notícias