O piloto da KTM qualificou-se na 20.ª posição, apesar de ter feito "um trabalho árduo para reduzir as distâncias para os da frente", terminando a 1,332 segundos segundos do autor da 'pole position', o francês Fabio Quartararo (Yamaha).

"Foi um dia complicado. Do terceiro classificado ao 20.º há um segundo de diferença. A distância para o primeiro não é muito grande", observou, no final da sessão.
O asfalto do circuito de Montmeló, em Barcelona, onde se disputa esta sétima prova do Campeonato do Mundo, tem causado algumas dificuldades aos pilotos, aliadas ao calor que se faz sentir na Cataluna.
"Vai ser uma corrida dura, com muito calor. Vai ser importante preservar os pneus até final", sublinhou Miguel Oliveira.
O piloto de Almada admite que "não está a ser um fim de semana fácil" para a marca austríaca, pois "todas as KTM estão separadas por quatro décimas" de segundo.
Com oito pontos, Miguel Oliveira é 19.º classificado do Mundial de MotoGP, após sete corridas disputadas.