Utentes perderam a isenção nos copagamentos para a prestação de cuidados assistenciais, graças a uma vida melhor. O rendimento mensal aumentou e a saúde teve melhoras, levando o Estado a retirar os benefícios, incluindo o estatuto de doentes crónicos

Top Notícias