O ex-presidente da Assembleia Legislativa (AL) de Macau é o único candidato ao cargo, já que foi a "única pessoa que entregou os boletins de propositura necessários", indicou a Comissão de Assuntos Eleitorais do Chefe do Executivo ( CAECE ) em 25 de julho .

Depois de ter cumprido dois mandatos de cinco anos, o atual líder do Executivo, Fernando Chui Sai On, não pode recandidatar -se, e deverá passar o testemunho a Ho Iat Seng , de 62 anos, que entregou 379 boletins assinados por membros da Comissão Eleitoral do Chefe do Executivo ( CECE ), que vai eleger o líder do Governo de Macau no domingo.
Para apresentar o boletim de propositura , os candidatos precisavam de recolher a assinatura, ou apoio, de pelo menos 66 dos 400 membros do colégio eleitoral. Cada membro pode propor um só candidato.
Além de ser eleito pelo colégio eleitoral, o candidato a chefe do Executivo é nomeado pelo Governo Central, de acordo com a 'mini Constituição' do território, a Lei Básica, e a respetiva lei eleitoral.
Na conferência de imprensa que se seguiu, em 10 de agosto , à apresentação do programa político aos membros da CECE , Ho Iat Seng afirmou que ia promover gradualmente a democracia na região administrativa especial chinesa. Contudo, não se comprometeu, depois de ser eleito, a pedir ao Governo central chinês que permita a Macau avançar para um sistema político assente no sufrágio universal.
"Se for eleito (...) promoverei o desenvolvimento político democrático de forma ordeira", assegurou Ho Iat Seng , considerando ser esta uma matéria que não se resolve "de um dia para o outro" por estar relacionada "com a reforma política de uma região".
O único candidato disse ainda que uma das prioridades do programa político apresentado passa por "assegurar que o princípio 'Um país, dois sistemas' não sofre qualquer desvio".
O empresário estreou-se como deputado em 2009, ano em que foi eleito para o cargo de vice-presidente da AL. Quatro anos depois, em 2013, Ho Iat Seng foi escolhido para o de presidente daquele órgão . Até abril passado, foi um dos 175 membros do Comité Permanente da Assembleia Popular Nacional chinesa.
O candidato a chefe do governo é administrador e gerente-geral da Sociedade Industrial Ho Tin S.A.R.L.; presidente do conselho de administração da Companhia de Investimento e Desenvolvimento Ho Tin, Limitada; e administrador e gerente-geral da Fábrica de Artigos de Plástico Hip Va.
Leia Também: Governo chinês quer Macau a traduzir rádio e televisão em português
 

Top Notícias