Um pescador capturou na passada sexta-feira ao largo da costa do Maine, nos Estados Unidos, uma lagosta de duas cores extremamente rara. As cores da lagosta fazem uma bifurcação perfeita no crustáceo – uma das metades tem um tom avermelhado, a outra é preta.

O cientista Matt Thaluhauser explicou à CNN que este raro padrão deve-se a uma mutação genética e a probabilidade de encontrar uma lagosta como esta é de um em 50 milhões.
O capitão Daryl Dunham , o pescador que apanhou a lagosta, doou-a ao Maine Center for Coastal Fisheries. Um local onde não se vai sentir sozinha, pois vai ter a companhia de outras três lagostas incomuns .
Uma lagosta azul, cuja probabilidade de ser encontrada é de um em dois milhões, e duas lagostas cálico (lagostas com uma mistura do vermelho com o negro), cuja probabilidade de serem observadas na natureza é de um em 30 milhões.

A lagosta de duas cores vai passar algum tempo no Maine Center e depois será libertada na baía onde foi pescada.
Leia Também: Ovelha zangada 'ataca' repórter da BBC nas partes íntimas

Top Notícias