Varandas Fernandes, vice-presidente do Benfica, considera ser "difícil e singular" a decisão do Conselho de Disciplina, da Federação Portuguesa de Futebol, ao castigar com 1150 euros de multa a tarja exibida pelos SuperDragões , claque do FC Porto, com imagens de árbitros , ministros e juízes, equipadas com as cores do Benfica. 

"É difícil e singular esta decisão de aplicar uma multa de 1150 euros pela tarja no estádio do FC Porto. É uma tarja injuriosa para as mais variadas instituições e entidades. Benfica tem tido castigos de jogos à porta fechada por adeptos usarem símbolos de claque. Refletimos a realidade dos factos e somos livres de o fazer, e fazemos. Queremos acreditar que há isenção e imparcialidade nas instituições", afirmou Varandas Fernandes, em declarações à Rádio Renascença.
Recorde-se que a referida tarja foi exibida em pleno Estádio do Dragão no último jogo da I Liga diante do FC Porto. Na mesma podia ver-se um 'onze inicial 'com o equipamento do Benfica e a cara de vários árbitros e outras figuras do desporto e do Estado, bem como do primeiro-ministro, António Costa. 
Leia Também: Tarja exibida no Clássico com o Sporting vale multa ao FC Porto

Top Notícias