O primeiro-ministro espanhol enviou esta manhã uma carta ao presidente da Generalitat, Quim Torra, lembrando-lhe as obrigações de condenar a violência, apoiar as forças de segurança e evitar a discórdia civil. Na véspera, Torra criticara Sánchez por se recusar “repetidamente” a atender o telefone e “se esconder” atrás do líder dos socialistas catalães

Top Notícias