Um vídeo partilhado na página de Facebook   Espelosocorro   Cántabro   Esocan mostra a força da água na gruta de Cueto - Coventosa , em Espanha, onde um grupo de quatro espeleólogos portugueses, oriundos de Valongo, está preso, desde sábado.

Os trabalhos de resgate e socorro estão a ser dificultados pelo do nível da água . Apesar disso, as autoridades espanholas já indicaram que "em princípio" os portugueses, que pertencem ao Clube de Montanhismo Alto Relevo de Valongo, região do Porto, estão bem.
As equipas de socorro aguardam agora que os níveis da água  baixem para conseguirem resgatar o grupo. 
Na manhã desta segunda-feira, as autoridades referiram que a água  está a baixar no interior da gruta, apesar de ser a uma velocidade de 10 centímetros por hora, muito mais lentamente do que se previa inicialmente.
Leia Também: Equipa de resgate procura 4 espeleólogos portugueses em gruta espanhola