Presidente brasileiro garante que medidas vão melhorar a vida dos 20 milhões de cidadãos que vivem na região.