Carlos Freitas, 53 anos, é um dos novos rostos do V. Guimarães esculpido pelo presidente Miguel Pinto Lisboa. O diretor-geral do clube minhoto chegou ao castelo com uma vasta experiência no currículo, iniciada em Alvalade quando ajudou a desenhar os plantéis que dariam os dois últimos títulos de campeão nacional aos leões. Contratou César Prates, André Cruz e Mário Jardel, entre outros nomes grandes. Aventurou-se no Braga, no Panathinaikos (Grécia), no Metz (França) e, mais recentemente, na Fiorentina (Itália), onde foi um dos responsáveis pela venda de 150 milhões de euros em passes de jogadores. Para trás, ficou uma carreira no jornalismo.

Top Notícias