Dois jovens morreram e pelo menos outros quatro ficaram feridos depois de um outro jovem, de 16 anos, ter aberto fogo numa escola secundária na Califórnia, em Los Angeles, EUA. Pais e filhos adolescentes estavam assustados e emocionados.