Os Estados Unidos continuam a reclamar vitória contra o Estado Islâmico depois de terem abatido o líder Al Bghadadi. No entanto, em Washington, o Secretário-geral da NATO avisou que os terroristas dessa organização ainda são uma ameaça.