A proprietária do imóvel acusa os actuais inquilinos, gerentes do lar em causa, de terem uma licença caducada.