“Se as leis da região administrativa especial de Hong Kong estão em conformidade com a Lei Básica é uma decisão que só cabe ao Comité Permanente do Congresso Nacional do Povo”, declarou um porta-voz. “Nenhuma outra autoridade tem o direito de fazer julgamentos ou tomar decisões”, acrescentou. O cerco à Universidade Politécnica entrou no seu terceiro dia