Câmara legislativa tinha previsto analisar a proposta de lei para a concessão de amnistia a quem tem impostos em dívida, muito criticada pelos que acusam a classe política de corrupção. Sessão foi adiada por questões de segurança.