Prepare-se para embarcar numa viagem temporal, onde cabe um século, que atraca no Porto, berço da primeira comunidade de vegetarianos em Portugal. Eram utópicos, só comiam frutos crus duas vezes ao dia, tinham um jornal, um hotel e restaurantes próprios