As 25 pessoas estavam numa zona de refrigeração do cargueiro dinamarquês “Britannia Seaways” e estão todas vivas, mas ainda não há detalhes sobre o seu estado de saúde.