O Benfica anunciou, na segunda-feira, a intenção de comprar as ações que ainda não detém da SAD encarnada. Por este motivo, lançou uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) parcial que levou as ações  a subir para máximos históricos. 

Fique a par dos números mais importantes deste negócio: 
5 euros
O preço de cinco euros, oferecido pelo clube, corresponde ao  mesmo valor das  ações  no momento em que entraram em bolsa em 2001 , de acordo com o mesmo comunicado.
"O preço oferecido por  ação  visa assegurar que os  acionistas  que adquiriram as suas  ações  na Sociedade Visada no decurso da oferta pública de distribuição realizada em 2001 possam vender as  ações  de que são titulares a um preço semelhante ao preço nominal", pode ler-se no prospeto da operação, enviado à CMVM .
6.455.434  ações
É este o número de ações  que o clube pretende adquirir com o lançamento desta OPA, ainda segundo o mesmo comunicado. Estas ações , sublinhe-se, representam 28,067% da Benfica SAD. 
70%
70% foi quanto as ações  dispararam em reação ao anúncio da OPA, na sessão de terça-feira. Desde o início da sessão, foram  transacionadas  mais de 160 mil  ações  da Benfica SAD, número que supera a média diária de 5,7 mil títulos. Na segunda-feira, as  ações  da Benfica SAD fecharam a sessão nos 2,76 euros.
5 vezes
Segundo fonte oficial da  CMVM , durante a manhã a negociação das  ações  da Benfica SAD esteve congelada cinco vezes (durante quatro minutos cada), sendo o congelamento um mecanismo automático de cada vez que a valorizações das  ações  ultrapassa os 10%.
Leia Também: Ações da Benfica SAD fecham a valer 4,70 euros após anúncio de OPA