O retorno dos dividendos das empresas supera a rendibilidade das obrigações a 10 anos, o que representa um indicador positivo para as ações face aos títulos de dívida.